Política da organização

Gerir seus processos buscando a melhoria contínua e a garantia da preservação do Meio Ambiente, da qualidade, da segurança e da saúde de seus colaboradores, com o objetivo de manter a segurança no manuseio e na distribuição dos produtos químicos e de atender os requisitos e as expectativas de seus clientes quanto aos produtos fornecidos e serviços prestados.

Qualidade

Visando a satisfação total de seus clientes, a produtividade, a eficiência e eficácia dos serviços prestados e a melhoria dos processos, o Grupo Rodoquímica possui o compromisso de atender as características inerentes que satisfazem esses requisitos.

Prodir

Acompanhando a evolução do mercado, procura desempenhar suas atividades através de gestões da qualidade, satisfazendo as pessoas envolvidas no ciclo produtivo, como clientes internos e externos. O Grupo Rodoquímica é uma empresa que busca a distribuição responsável, por isto desde 2008 é associada à Associquim e, atualmente, certificada no programa de qualidade PRODIR.

Os processos de organização cumprem uma abordagem sistemática voltada para as questões da qualidade, saúde, segurança proteção do homem e do meio ambiente, considerando que são elas que determinam o aumento da produtividade, a melhoria da qualidade de vida para os trabalhadores e a sociedade.

O Prodir é garantia para o produtor, confiança para o cliente e segurança para a comunidade. Indústria Responsável prestigia Distribuidor Responsável!

Sassmaq

SASSMAQ significa Sistema de Avaliação de Segurança, Saúde, Meio Ambiente e Qualidade. O programa possibilita uma avaliação do desempenho dessas áreas nas empresas que prestam serviços à indústria química.

A avaliação das empresas é realizada por organismos certificadores independentes credenciados pela ABIQUIM (Associação Brasileira da Indústria Química) e implementado pelos elementos que compõe a cadeia de suprimentos de um determinado processo logístico. São avaliados os “elementos centrais”, compostos pelos aspectos administrativos, financeiros e sociais da empresa, e os “elementos específicos”, constituídos pelos serviços oferecidos e pela estrutura operacional. Vários prestadores de serviços de logística têm em seus próprios sites operações de transporte, operações de limpeza, armazenagem, entre outras atividades.

Focaliza principalmente o transporte rodoviário, servindo como ferramenta para a empresa atingir o processo de melhoria contínua.

A gestão específica dos processos internos da organização capacita o fornecimento de serviços que atendam aos requisitos dos seus clientes, buscando aumentar o índice de satisfação e atender os requisitos regulamentares, incluindo recursos e informações necessárias para apoiar a operação e o monitoramento destes processos. 

O Grupo Rodoquímica é certificado no SASSMAQ desde 2005, buscando a excelência na prestação de serviços de transportes.

5s

O Grupo Rodoquímica implantou em 2009 o programa de 5S - o projeto busca fortalecer a base cultural da empresa, orientando-a para os aspectos de qualidade de vida, qualidade do produto, produtividade e comprometimento, contribuindo ainda, com os grupos de melhoria que incentivam para manutenção da limpeza, da segurança e da organização dos setores.

O sucesso deste programa depende da participação de todos os colaboradores. É a atitude e a participação de cada um, que irá determinar uma melhor e maior qualidade no ambiente de trabalho. Para que isso ocorra, precisamos utilizar os Sensos da Qualidade: Senso de Utilização, Senso de Organização, Senso de Limpeza, Senso de Asseio e Senso de Padronização - eis um processo contínuo, diário e permanente.

Com uma equipe de excelência, são realizadas auditorias internas periodicamente, nas quais são verificadas constantemente as melhorias contínuas aplicadas nos processos internos, permitindo com isso, o estímulo da equipe no desenvolvimento do projeto.

Iso9001
A norma ISO promove a adoção de uma abordagem de processo para o desenvolvimento, implementação e melhoria da eficácia de um sistema de gestão da qualidade para aumentar a satisfação do cliente pelo atendimento aos requisitos.

Quando usado em um sistema de gestão da qualidade, esta abordagem enfatiza a importância de:

a) Entendimento e atendimentos dos requisitos;
b) Obtenção de resultados de desempenho e eficácia de processos;
c) Melhoria contínua de processos baseada em medições objetivas.
Portanto, segue um grupo de normas técnicas que estabelecem um modelo de gestão de qualidade para organizações em geral. Estabelecem requisitos que auxiliam nos processos internos, a maior capacitação dos colaboradores, o monitoramento do ambiente de trabalho, a verificação de satisfação dos clientes, colaboradores e fornecedores. Melhoria do Sistema de Gestão de Qualidade.

A norma ISO introduz uma visão com foco no cliente, passando a ser percebido como integrante do sistema da organização. A qualidade, desse modo, passava a ser considerada como uma variável de múltiplas dimensões, definida pelo cliente, por suas necessidades e desejos.

Para uma organização funcionar de maneira eficaz, ela tem que determinar e gerenciar diversas atividades interligadas. Uma vantagem da abordagem de processo é o controle contínuo que ela permite sobre a ligação entre os processos individuais dentro do sistema de processos, bem como sua combinação e interação.

Desde 2008, o Grupo Rodoquímica é certificado na norma internacional ISO 9001:2008. O Programa trouxe para a empresa melhorias: no desempenho e no fornecimento de produtos e serviços, nos altos níveis de satisfação dos clientes, na percepção dos clientes em relação à imagem, cultura e desempenho da organização, na produtividade e eficiência e na comunicação. A satisfação geral do trabalho trouxe também mais vantagem competitiva para a empresa e maiores oportunidades de marketing.

A norma ISO 22241 é formada em 4 partes sendo:

22241-1 Característica e qualidade do Arla 32, para uso no sistema SCR.

22241-2 Métodos de ensaio para determinar as características de qualidade do Arla 32.

22241-3 Descreve as recomendações para manuseio, transporte e armazenamento do Arla 32. Estas recomendações são necessárias para preservar a qualidade do Arla 32 da produção até o abastecimento no veículo, assegurando sua real finalidade.

22241-4 Especifica a interface do reabastecimento do Arla 32, junto com a 22241-1, necessário para operar conversores do sistema de exaustão SCR.